Postagens no Detetive Blog

Postagens no Detetive Blog
Este blog foi criado com a intenção de proporcionar espaço livre e gratuito a quem desejar expressar publicamente; opiniões, assuntos interessantes e notícias, relacionados ou não a atividade de investigação particular. Aproveite também para divulgar produtos, ou seu negócio com linck para seu site. ( somente se acompanhado de texto ) <<< - - - - - - - >>> This blog was created with the intention to provide open space and free to those who wish to express publicly, reviews, interesting articles and news, related or not the activity of private investigation. While you're there to advertise products or your business with linck to your website. (Only if accompanied by text)

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

LEXUS ROUBADO

Lexus RX300 ano 1999/2000 , Cor Prata , placas CRD2111 - Salvador - BA . Furtado em São Paulo no dia 25/10/2012 as 13,10 hs na Rua Francisco Dias Velho , Vila Cordeiro - Brooklin - São Paulo - SP . Tel para Contato 24hs : 11-28367749 com César .

terça-feira, 26 de junho de 2012

Marcos Matsunaga e Elize Matsunaga

Após caso Yoki, detetives negam ser 'destruidores de lares'



A gravação de imagens que mostram a suposta traição do executivo da Yoki Marcos Matsunaga e que teriam motivado a mulher dele, Elize Matsunaga, a assassiná-lo e esquartejá-lo, deram novo destaque para a atuação dos detetives particulares. A profissão é comumente associada a flagras de relações extraconjugais, mas detetives ouvidos pelo Terra refutam a fama de "destruidores de lares". "A gente só coloca um ponto final naquilo que já estava destruído", afirma Edilmar Lima, investigador com atuação em Brasília.


Confira crimes que chocaram pela brutalidade

Veja mais de 30 crimes que abalaram o País

Relembre belas mulheres que entraram no mundo do crime

Para a investigadora Angélica Auriani, o detetive que gravou o encontro de Matsunaga com uma mulher que seria sua amante não pode ser responsabilizado pelas atitudes de Elize após receber o material. "Ele fez o seu trabalho, que é achar o flagrante", defende.

Mais de 80% das pessoas que procuram um serviço de detetive particular fazem por problemas conjugais, segundo profissionais entrevistados pelo Terra. A maioria é mulheres que suspeitam de uma traição do marido. Em muitos casos, os investigadores encontram clientes emocionalmente alterados e, às vezes, precisam prestar até um suporte psicológico.

O preço para um serviço de investigação conjugal de uma semana, com dois detetives, gira em torno de R$ 3 mil. Em alguns casos, a equipe precisa ser maior, para infiltrar ambientes ou para a campana, como é chamada a perseguição discreta.

Profissão de risco

O medo de ser notado e a exposição a bandidos tornam essa uma profissão de adrenalina constante. Existe o temor, entre os detetives, de que o cliente se arrependa de contratá-los, entregue o profissional e o investigado planeje alguma vingança.

Por isso, a discrição é fundamental, pois quando ele é descoberto, o trabalho vai todo por água abaixo. Além da campana, existem outras formas de investigação, com a utilização de diversos equipamentos eletrônicos, como microcâmeras e GPS com escutas. Em casos de fraude em empresas ou indústrias, a técnica é infiltrar pessoas dentro da empresa, como se fossem funcionários.

Edilmar Lima, detetive com escritório em Brasília, conta que em um dos casos que trabalhou, o investigado foi para um motel com a amante, e o detetive utilizou um GPS veicular que trancou o fornecimento de gasolina do carro. "Nesse momento, a gente espera o ato acontecer para só depois acionar a cliente", explica. "O detetive pode responder pelo crime se colocar traído e traidor frente a frente e acontecer uma tragédia".

Já houve casos que a empresa de Edilmar se negou a prestar serviços. Situações em que o contratante chega embriagado ou enfurecido, planejando vingança. Para ele, a atuação do detetive contratado por Elize Matsunaga foi ética: "Ele não teve participação nenhuma no crime, fez um trabalho perfeito, com imagens boas e todas em via pública, o que é importante", opina.

Para a detetive Angélica Auriani, de São Paulo, a atuação do profissional no caso de Matsunaga também foi ética. "Basicamente, o foco no caso conjugal é o flagrante. Ele agiu corretamente, foi lá e pegou o flagrante", afirma ela. Angélica conta que não pega qualquer caso porque não quer "que acabe numa tragédia". Ela explica que, antes de iniciar os trabalhos, faz uma prévia se a pessoa é agressiva, se anda armada. A profissional já recebeu inclusive pedidos para "fazer maldade", conta.

Profissão sem regulamentação

Imortalizada nos livros de Sherlock Holmes, a profissão é vista, ao mesmo tempo, cercada de glamour e descrédito. Apesar do reconhecimento do Ministério do Trabalho, o detetive particular não tem sua atuação regulamentada. Os profissionais são regidos pela Lei Federal 3099/57, sancionada pelo presidente Juscelino Kubitschek. De acordo com a legislação, os escritórios de detetives devem fornecer à polícia todas as informações coletadas, sempre que forem solicitadas.

Os cursos de detetive têm caráter profissionalizante, sem reconhecimento pelo Ministério da Educação, com custos que variam entre R$ 300 e R$ 700. O candidato precisa ter 18 anos e ficha criminal limpa. Ao término do curso, o detetive recebe uma carteira de identificação que precisa ser apresentada junto com a identidade. Em cada Estado há uma regra específica, e o profissional deverá consultar a Secretaria de Segurança ou a Polícia Federal para saber é necessário algum cadastro.

A profissão não dá o direito de portar arma de fogo. Existem diversas entidades que se intitulam conselhos representativos da profissão. No entanto, o Ministério do Trabalho alerta que estes órgãos não são legítimos, tais como muitos cursos.

Equipamentos

Os detetives particulares usam e vendem equipamentos que não deixam a desejar aos utilizados pelo espião James Bond nos filmes do 007. A criatividade para as arapongas é ilimitada - há muito tempo que a lupa foi aposentada na profissão.

Câmeras escondidas: elas podem estar em um relógio despertador, em isqueiros, gravatas, bolsas, ou até mesmo num falso botão de camisa. Algumas filmam colorido, tiram fotos em boa resolução e gravam áudio.

Escuta Telefônica: ela transforma o telefone em um gravador com mais de 50 horas de gravação. Também pode gravar o som ambiente. Também existem as micro escutas, pequenos aparelhos que recebem discretamente ligações telefônicas e a gravam o áudio ambiente.

Rastreador GPS: funciona como um celular que envia a localização do portador para os números cadastrados. O tamanho do aparelho pode chegar a uma caixa de fósforos.

Programas espiões: são instalados em computadores e celulares. Eles monitoram a atividade da pessoa, gravam sites, e-mails e mensagens

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Lei da Ficha Limpa


Para Todos os BRASILEIROS.


Para quem não sabe, ontem, foi rejeitada a votação, na Ordem do Dia da Câmara Federal, o Projeto de Lei FICHA LIMPA, que impede a candidatura a qualquer cargo eletivo, de pessoas condenadas em primeira ou única instância ou por meio de denúncia recebida em tribunal – no caso de políticos com foro privilegiado – em virtude de crimes graves, como: racismo, homicídio, estupro,homofobia, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas..

 
A IMPRENSA FOI CENSURADA E ESTÁ IMPEDIDA DE DIVULGAR ! PORTANTO, VAMOS USAR A INTERNET, PARA DAR CONHECIMENTO AOS OUTROS 198.000.000 DE BRASILEIROS QUE OS DEPUTADOS FEDERAIS TRAÍRAM O POVO! MAIS UMA VEZ.



Espalhe esta notícia; segundo dados, uma mensagem da internet enviada a 12 pessoas, no fim do dia chega a 30.000 usuários. Vamos espalhar !

 
Ao repassar esta mensagem com o forward (fw), observe o seguinte:


1. Apague o meu endereço e os dos amigos, como estou apagando o seu antes de reenviar.

2. Encaminhe como cópia oculta (Cco ou Bcc) aos SEUS destinatários.

3. IMPORTANTE - Repasse esta mesma informação aos seus amigos!

* Agindo desta forma, dificultaremos a disseminação de vírus, spams, banners e hackers.



quinta-feira, 31 de maio de 2012

Senador Demóstenes Xavier Torres - Maçonaria


MACULANDO A MAÇONARIA

Profanando o Templo

297 IRMÃOS E CUNHADAS PRESENTES NA PRIMEIRA PALESTRA

"A FAVOR DA MORALIDADE - CONTRA A CORRUPÇÃO"



O Templo Nobre do Grande Oriente do Estado de Goiás, recebeu na noite de 03 de novembro, terça feira 267 Irmãos e 30 cunhadas, em sessão publica comemorativa aos 52 anos de fundação do Grande Oriente do Estado de Goiás, quando foi proferida a primeira palestra do movimento “A Favor da Moralidade – Contra a Corrupção”.



O Palestrante que agradou a todos e respondeu aos questionamentos foi o Senador Demóstenes Xavier Torres, tendo o cerimonial sido muito bem executado pelo Irmão Alberto Alves de Oliveira da Loja João XXIII, que inicialmente leu um documento intitulado “Perfil do Senador”. Agradecemos todo o empenho e boa vontade do Irmão Hrillner Braga Ananias, membro da Loja Asilo da Acácia e Assessor do Senador, que muito nos ajudou e esteve presente, sendo muito bem referenciado pelo palestrante.
A mesa central da cerimônia foi constituída pelo Grão Mestre Barbosa Nunes, Grão Mestre Adjunto Euwaldo Vaz, Presidentes da Assembléia Estadual Legislativa Maçônica, Tribunal de Justiça, Tribunal Eleitoral e Tribunal de Contas, respectivamente Irmãos, Mauro Marcondes, Orimar Bastos, Vigilato Porto e Guilherme Morato.



Também o Sereníssimo Grão Mestre da Grande Loja, Ruy Rocha de Macedo, o seu Adjunto Nailton Pereira da Silva, o Grão Mestre Honorário do GOEG, Oclécio Pereira de Freitas e os Veneráveis Mestres das Lojas Estrela da Serrinha, 7 de Setembro e União e Progresso, que transferiram as suas sessões para a sessão pública, respectivamente Irmãos Nilson Alves Garcia, Lourival Camargo e José Maira Novaes.

Honrou muito ao Grande Oriente do Estado de Goiás a presença do Desembargador Paulo Teles, Presidente do Tribunal de Justiça, que também fez parte da mesa.

O Senador foi conduzido ao Templo e muito aplaudido de pé pelos presentes, pelos Grão Mestres Estadual e Adjunto Barbosa Nunes e Euwaldo Vaz.

Inicialmente foi assinado um documento intitulado “MANIFESTO DOS MAÇONS GOIANOS”, em que Grande Oriente do Estado de Goiás e Grande Loja Maçônica do Estado de Goiás, representados pelos Grãos Mestres Barbosa Nunes e Ruy Rocha, assumem que “amparados pelos clamores dos Irmãos de Goiás, estamos autorizados a nos manifestarmos neste momento em que nos encontramos incomodados, mais que incomodados, muito preocupados, mais que incomodados e preocupados, estamos indignados”.



“Assinamos neste momento, em nome dos Maçons de Goiás, este documento que nos próximos dias resultará na criação de um Comitê Estadual para gerenciar os movimentos “A Favor da Moralidade – Contra a Corrupção” e “Proclamação ao Povo Brasileiro”, supervisionados pelos Grão-Mestres Estaduais Goianos.”

A integra do Manifesto está à disposição neste site, devidamente assinado pelos Grão Mestres.

Na seqüência usaram da palavra os Eminentes Grão Mestres saudando os presentes, cumprimentando o GOEG pelos seus 52 anos e enaltecendo as presenças de tantos Irmãos da capital, do interior, dezenas de Veneráveis e 30 cunhadas, entre elas a Presidente da Fraternidade Feminina Estadual, Vera Lucia Brandão Barbosa e toda a Diretoria.



Logo após, durante 50 minutos de excelente palestra intitulada “A Corrupção no Brasil”, o Senador Demóstenes Xavier Torres, abordou vários aspectos e ao final respondeu todos os questionamentos feitos por escrito, não deixando uma pergunta sem ser respondida, tendo realmente sido muito claro, objetivo e simples na sua comunicação, afirmando que diversas entidades estão entrando nesta luta e que ele agora acredita que ela será vitoriosa, pois quando a Maçonaria decide como agora decidiu, este trabalho se espalhará pelo Brasil inteiro em favor de uma nova sociedade.

O Grão Mestre Barbosa Nunes através do nosso site, cuja cobertura foi feita pelo Irmão Abel Tolentino Júnior, não esperava que numa terça feira, comparecesse tantos Irmãos, muitos de longas distâncias, muitas cunhadas, mas que recebe as presenças como incentivo à administração atual, como confiança nos destinos do Grande Oriente do Estado de Goiás, na certeza que estamos caminhando por uma Maçonaria simples, sem vaidade, descentralizada, fundamentada nos Veneráveis e nas Lojas e totalmente comprometida no levantamento e condução de bandeiras “A Favor da Moralidade - Contra a Corrupção”.



Encerrada a sessão pública, cada participante recebeu um exemplar da Constituição do Brasil e cópia do Manifesto assinado pelos Grão Mestres, sendo a seguir servido um coquetel no Salão Social de nossa Potência, que ficou totalmente lotado, quando o palestrante conversou com todos, autografou constituições e fez inúmeros registros fotográficos.



VIVA O GRANDE ORIENTE DO ESTADO DE GOIÁS


VIVA O MOVIMENTO “A FAVOR DA MORALIDADE – CONTRA A CORRUPÇÃO”


"MANIFESTO DOS MAÇONS GOIANOS"


quinta-feira, 19 de abril de 2012

Pedágios no Rio Grande do Sul

Tarso Genro assume pedágios no Rio Grande do Sul





Postado por : Agência Spy-Center Detetives - Notícias

http://www.detetivevirtual.cc



terça-feira, 17 de abril de 2012

Infidelidade Conjugal

Infidelidade conjugal, a dúvida que exige uma resposta! 

A infidelidade conjugal está presente na vida de muitos casais. Os motivos podem ser inúmeros ou simplesmente nenhum: a verdade é que algumas pessoas simplesmente não se encaixam nos padrões monogâmicos da nossa sociedade. No entanto, quando há a promessa de exclusividade dentro de um relacionamento, a infidelidade conjugal costuma constituir uma traição grave, sendo passível ou não de perdão.
Perceber que existe “um outro” no seu relacionamento não costuma ser difícil, principalmente para as mulheres. O parceiro costuma apresentar inconsistências nas histórias ou desculpas utilizadas em atrasos, faltas ou compromissos que aparecem subitamente na agenda. A felicidade feminina, o mundo da mulher, tem como principal parceira na intuição! Estar atenta aos comportamentos suspeitos do namorado ou marido, ou às atitudes estranhas por parte dos amigos é fundamental para saber quando a fidelidade não está presente no relacionamento. Diante de tantas dúvidas, o discernimento fica confuso e as decisões não devem ser tomadas neste momento de forte emoção. Um profissional da área da investigação (detetive particular) deve ser consultado, afim de que as decisões não sejam tomadas somente em base de suspeitas. Sendo fundamental o apoio de alguém de confiança, para estar ao lado, caso seja confirmada a suspeita.
A investigação particular de suspeita de infidelidade, exige do profissional muita discrição, total sigilo e sensibilidade para tratar de assunto tão delicado. Esse é o nosso grande diferencial. Nós da Detetive no Rio temos um compromisso de um trabalho com total profissionalismo. Nós fazemos o acompanhamento de familiares sob suspeitas de infidelidade (cônjuges) ou envolvimento com más companhias (filhos). Registrando com relatórios e através de fotos ou filmagens, todos os passos do investigado.

Faça um contato e tire suas dúvidas.

www.detetivenorio.com.br
contato@detetivenorio.com.br
detetivesantinni@hotmail.com

Tel.:

(21) 7705-8695
(22) 9735-2369
(22) 8153-0715

Santinni, Detetive Particular. 

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Espionagem Industrial

Guerra Econômica - Espionagem Industrial
Espiões industriais


Com a globalização, a concorrência internacional ganha ímpeto e recorre aos seus 007. Por Gianni Carta, de Paris. Foto: Philippe Desmazes/AFP 
A Renault S.A. acusa três de seus executivos do alto escalão de terem divulgado informações sobre o programa de carros elétricos da montadora para uma empresa chinesa. Os executivos, cujas horas na Renault estão contadas após um interrogatório na sede da montadora, negam ter vendido dados sobre novas tecnologias para os chineses.
A firma de inteligência econômica contratada pela Renault, em agosto passado, descobriu duas contas secretas usadas por dois dos executivos, uma em Liechtenstein, onde estavam depositados 130 mil euros, e outra na Suíça, com 500 mil euros. O dinheiro proveria da Power Grid Corporation, gigante da distribuição elétrica com sede em Pequim. Um terceiro executi-vo receberia 5 mil euros mensais. Michel Balthazard, chefe do conselho de direção e um dos acusados, se diz “chocado”.
A espionagem industrial ganhou força nas últimas três décadas, explicou Christian Harbulot, especialista em inteligência econômica da École de Guerre Économique. Com a globalização, a concorrência internacional ganhou ímpeto em diversos setores: aeronáutica, defesa, indústria farmacêutica, transportes, e até no setor de brinquedos. Segundo Bernard Carayon, deputado da UMP responsável pelo projeto de lei para a proteção de informação econômica, as indústrias mais afetadas são aquelas com programas de maior duração. Por exemplo, são necessários dez anos para desenvolver um novo veículo e 25 para um novo avião de caça.
O caso de Marwan Arbache é mais recente. Ex-engenheiro da Michelin, número 1 mundial da pneumática, em meados de 2007 tentou vender dados confidenciais da empresa para a rival japonesa Bridgestone. Arbache, sob o nome de Pablo de Santiago, pediu 115 mil euros para seu contato na Bridgestone, o senhor Fukuda. Arbache não sabia o seguinte: a Bridgestone contatou a Michelin e o serviço de inteligência da Michelin inventou o senhor Fukuda. Julgado em 2010, Arbache, então com 36 anos, poderia pegar dez anos de prisão e 150 mil euros de multa. A sentença final: dois anos de prisão em liberdade condicional, e 5 mil euros de multa.
A espionagem industrial no Brasil é vista como se só existisse nos livros de romances policiais e nas telas da televisão, tornando, assim, muito mais fácil a ação desses criminosos que não encontram praticamente nenhuma resistência por parte de suas vítimas. A polícia brasileira, devido, também, ao volume de crimes que afloram a cada dia, ficam impossibilitadas de investigarem tais delitos. Diante deste cenário, onde muitos empresários estão sendo espionados por seus próprios funcionários ou por agentes contratados com esta finalidade, surge a atuação, cada dia mais especializada, dos detetives particulares. Quem são os inimigos ocultos? Muitas vezes são funcionários da própria empresa ou prestadores de serviços enviados por terceiros, com este fim. São pessoas que, lutam ao lado; porém, em desfavor do sucesso do seu empregador. São eles, funcionários que ocupam posições estratégicas, ex-funcionários de posse de informações privilegiadas, pessoas contratadas pela concorrência para se infiltrarem como empregados com o intuito de subtraírem informações através de diversos meios, como, Grampos telefônicos (interceptações telefônicas clandestinas), escutas ambientais, Fraudes, Sabotagens, Roubos contínuos, desvios de mercadorias e peças, Pirataria de produtos, vazamento de informações sigilosas ou estratégicas.


Abaixo, relacionamos alguns serviços, com emprego de equipamentos modernos de investigação, que usamos para solucionar os problemas acima mencionados:


*Investigação pessoal (detecção de contatos com a concorrência)
*Varreduras telefônicas e de ambientes, para a localização de escutas, grampos telefônicos e câmeras escondidas
*Infiltração de nossos agentes na empresa
*Monitoração de salas e ambientes internos da empresa (câmeras ocultas e aparentes)
*Seguimentos,campanas,dossiês(fotos/filmagens/relatórios)
*Monitoramento de veículos e frota (GPS/escutas/gravadores).
*Monitoramento de telefones, ramais e e-mails (internos).


Proteja o patrimônio de sua empresa! 
DetetiveSantinni.
Telefones:
(21) 7705-8695 NEXTEL,
(22) 9735-2369 VIVO,
(22) 8153-0715 TIM .
www.detetivenorio.com.br
e-mail: detetivesantinni@hotmail.com